abate de suínos no Brasil

Abate de suínos no Brasil é recorde no 3° trimestre de 2018!

O abate de suínos no Brasil no 3° trimestre de 2018 somou 11,42 milhões de animais, valor recorde histórico.

A Figura a seguir ilustra a evolução do abate de suínos no Brasil, em milhões de cabeças, do 1° trimestre de 1997 ao 3° trimestre de 2018, segundo dados do IBGE.

 

abate de suínos no Brasil

Fonte: Dados do IBGE (adaptado por Farmnews)

 

No 3° trimestre de 2018 o Brasil abateu 11,56 milhões de suínos, alta de 6,2% em relação ao total de animais abatidos no trimestre anterior (2° trimestre, 10,82 milhões de animais).

Em relação ao mesmo período do ano passado, 3° trimestre de 2017 (11,04 milhões de suínos abatidos), o valor atual é 4,7% superior.

Ao longo da série histórica destacada na Figura acima, ou seja, desde o 1° trimestre de 1997, o abate de suínos no Brasil cresceu 251,8%, saindo de 3,29 milhões de animais abatidos para 11,56 milhões de suínos abatidos no 3 trimestre de 2018.

Apesar do recorde em relação ao número de abate de suínos no Brasil, a receita com a exportação de carne suína nacional é a menor em 12 anos na parcial de 2018, até novembro.

Isso porque o Brasil faturou o equivalente a US$0,98 bilhão com a venda de carne suína brasileira no mercado internacional entre os meses de janeiro e novembro de 2018. Esse é o menor valor observado para o período desde o ano de 2006. Clique aqui e saiba mais do assunto!

O Foodnews apresenta também os dados de consumo de carne suína no Brasil desde a década de 90.

Afinal, como evoluiu o consumo de carne suína no Brasil em termos per capita ao longo de quase 20 anos?

O fato é que o consumo de carne suína no Brasil cresceu de modo significativo ao longo de quase 2 décadas. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Abate de suínos no Brasil é recorde no 3° trimestre de 2018! was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!