carnes mais baratas

Carnes mais baratas mas sem competitividade!

Carnes mais baratas não tem sido sinônimo de maior competitividade neste mês de junho.

Isso porque a queda é geral para as principais carnes consumidas pelo brasileiro: bovina, suína e aves!

De modo geral, carnes mais baratas é uma realidade no comércio do país, reflexo de um cenário de queda de consumo.

O momento econômico e eventos em especial que vem prejudicando o setor de carnes no país em 2017 e o resultado é: carnes mais baratas.

O fato é que 2017 tem sido turbulento para o setor de carnes no país. Em cerca de 90 dias foi a Operação Carne Fraca (clique aqui), Acordo de Leniência da JBS (clique aqui) e a suspensão da importação de carne fresca do Brasil pelos EUA (clique aqui).

E além do consumo interno não estar bom, o mercado de exportação de carnes do Brasil ainda busca uma melhor recuperação (clique aqui).

Mesmo com as recentes baixas nas cotações do frango, as desvalorizações das carnes suína e bovina não têm permitido ganhos de competitividade para a proteína avícola.

Conforme colaboradores do Cepea, os cenários político e econômico no Brasil têm pressionado os valores de produtos de todo o setor pecuário.

Na cadeia de frango, especificamente, agentes têm buscado ajustar a oferta à demanda, estratégia favorecida pelo ciclo de produção mais curto.

Isso não chega a dar suporte ou permitir alta significativa nos preços, mas tem ajudado a conter as quedas.

Na parcial deste mês (até 22 de junho), o frango inteiro resfriado negociado no atacado da Grande São Paulo se desvalorizou 2,5%, enquanto as cotações da carcaça especial suína e da carcaça casada bovina recuaram 8,2% e 2,5%, respectivamente.

Enquanto o consumo de carnes tem diminuído no país, o consumo de ovos está em alta!

O início do inverno deixou avicultores de postura em alerta, já que baixas temperaturas podem reduzir a produção de ovos.

Conforme agentes do setor consultados pelo Cepea, a produção diminuiu 8% na última semana.

No entanto, a já restrita oferta de ovos, resultante da demanda aquecida e do clima mais ameno das últimas semanas, não tem sido suficiente para impulsionar os preços significativamente, visto que a procura pelo produto costuma diminuir na segunda quinzena do mês

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Carnes mais baratas mas sem competitividade! was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!