hortifrutis

Hortifrútis com maiores altas e baixas em abril. Confira produtos!

Quer saber quais hortifrútis tiveram as maiores altas e baixas em abril frente a março de 17?

Confira o ranking de abril, que contabilizou os resultados dos 13 produtos acompanhados pelo Hortifruti/Cepea. Os valores se referem tanto à comercialização no atacado paulistano (Ceagesp), quanto nas regiões produtoras.

Hortifrútis com maiores altas:

1° Batata: A interrupção das atividades de campo no Paraná, em Goiás e em Minas Gerais (seja em decorrência do “mercado de chuva” observado em abril ou dos consecutivos feriados naquele mês), reduziu a disponibilidade do tubérculo nos atacados do País. Além disso, a produtividade diminuiu frente aos meses anteriores da safra das águas, fazendo com que produtores reduzissem os plantios de abril e maio – em decorrência dos baixos preços desde o início da safra, em novembro, até março. Assim, com o maior controle da oferta, as cotações se elevaram. Para maio, o cenário continua sendo de oferta controlada de batata, uma vez que a safra das águas se aproxima do fim e a das secas se inicia lentamente.

2° Cebola (Sul): Reflexo do menor volume disponível na região Sul (após a finalização da safra de Ituporanga/SC), os preços da cebola, em abril, estiveram 39% superiores aos de março/17. Além disso, diferente do ano passado, a região de Irecê (BA) iniciou a colheita dos bulbos apenas na segunda quinzena de abril, com volume baixo, que deve se intensificar apenas no decorrer de maio. Para este mês, a expectativa é de elevação da oferta no País, uma vez que as importações de cebolas argentinas e da Europa se intensificam.

3° Alface (Americana): A elevada amplitude térmica (manhãs frias e tardes quentes) observada durante o mês de abril prejudicou a qualidade das folhosas nas regiões produtoras de São Paulo e Rio de Janeiro – principalmente da variedade americana, mais sensível ao clima em relação às outras. Com má formação, muitos pés tiveram que ser descartados, reduzindo a oferta disponível e elevando as cotações da variedade. Para maio, a oferta da hortaliça pode aumentar dada a expectativa de clima mais ameno, que favorece a produção e reduz a incidência de doenças (e, consequentemente, os descartes).

Os hortifrútis com maiores altas em abril de 2017 foram a batata, seguido da cebola e o alface americana!

Hortifrutis com maiores quedas:

1° Mamão (Havaí): Com o aumento da oferta das variedades havaí e formosa nas principais regiões produtoras (exceto Rio Grande do Norte), o mamão se desvalorizou em abril frente a março/17. Além disso, a demanda foi limitada pelos consecutivos feriados – inclusive por parte dos atacados, o que acarretou em perdas nas roças. No caso do havaí, as cotações no primeiro quadrimestre (janeiro a abril) de 2017 no Sul da Bahia foram 79% inferiores às do mesmo período de 2016. Para o segundo semestre, porém, a expectativa é de que os valores se recuperem frente ao primeiro, refletindo a típica redução da oferta desta variedade.

2° Laranja (Pera): Pelo segundo mês consecutivo no ranking de 2017, a laranja pera segue se desvalorizando no mercado de mesa paulista. Com a maior oferta de laranjas e tangerinas da nova safra (2017/18) e o processamento industrial ainda desacelerado, o elevado volume disponível tem pressionado as cotações de todas as variedades desde meados de março. Para maio, a oferta deve continuar intensa, o que pode impactar ainda mais os valores – principalmente considerando a possibilidade de os produtores sem contrato limitarem os envios às processadoras e manterem um volume significativo no mercado.

3° Melancia: Pela primeira vez no ranking dos HFs de 2017, a melancia esteve entre as maiores quedas de abril em decorrência da intensificação da oferta na região de Itápolis (SP). Além disso, os consecutivos feriados naquele mês, atrelados às baixas temperaturas, impactaram a demanda pela variedade e, consequentemente, os preços. Para maio, mesmo diante da previsão de intensificação da oferta em Uruana (GO), não são esperadas fortes quedas de preços aos produtores locais, uma vez que o volume deve se restringir a esta região produtora.

Clique aqui para acessar o índice Ceagesp de preços dos hortifrútis em abril de 2017!

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Hortifrútis com maiores altas e baixas em abril. Confira produtos! was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!