importância da tilápia

Importância da tilápia para o mercado de pescados nacional

Confira alguns dados que destacam a importância da tilápia para o mercado de nacional.

O assunto do momento é o mercado de peixes, especialmente pela proximidade da Semana Santa. E no Brasil é difícil falar em peixes e não destacar a importância da tilápia para esse mercado.

A piscicultura brasileira produziu 697.000 toneladas de peixes de cultivo em 2017. Esse resultado é 8% superior ao de 2016 (640.510 toneladas). E a tilápia contribuiu e, muito para esses números positivos.

A importância da tilápia para a piscicultura nacional pode ser comprada pelos números, já que a tilápia é a mais importante espécie de peixes cultivados do Brasil. Segundo levantamento da Peixe BR, a espécie representa 51,7% da piscicultura nacional, com 357.639 toneladas em 2017.

A segunda posição não é de uma espécie em si, mas de uma categoria de peixes: os nativos. De acordo com a pesquisa da Peixe BR, liderados pelo tambaqui, os nativos representam 43,7% da produção brasileira: 302.235 toneladas. Outras espécies, entre as quais destacam-se as carpas e trutas, representam 4,6% da produção brasileira de peixes de cultivo, com 31.825 toneladas.

A pesquisa da Peixe BR em todo o Brasil mostra os números da tilápia no país, comprovando, segundo sua viabilidade em termos produtivos e como negócio, já que a espécie está presente nos maiores e mais recentes empreendimentos, sobretudo nas regiões Sul e Sudeste.

Aliás, o Foodnews destacou em seu canal o panorama econômico da tilápia, o pescado mais consumido no Brasil (clique aqui). Clique aqui para acessar também o artigo: “Produção de tilápia no país cresce nos últimos anos”.

“A autorização para produção da tilápia em estados com grande potencial de desenvolvimento da piscicultura, como Tocantins e Mato Grosso, também mostra que a participação da espécie na piscicultura brasileira deve crescer ainda mais no futuro”, disse em nota Francisco Medeiros, presidente executivo da Peixe BR.

A produção brasileira de tilápia foi de 357.639 toneladas em 2017, de acordo com levantamento da Associação Brasileira da Piscicultura. Esse resultado coloca o Brasil entre os quatro maiores produtores do mundo.

A China lidera o ranking com 1.8 milhão de toneladas de tilápia por ano. A Indonésia está na segunda posição, com 1.1 milhão de toneladas, antecedendo o Egito, com 800.000 toneladas. Após o Brasil, seguem Filipinas (311.600 toneladas) e Tailândia (300.000 toneladas).

O Paraná é o maior produtor de tilápia do Brasil, com 105.392 toneladas. A espécie participa com 94% da produção total de peixes cultivados do estado.

A importância da tilápia é grande no mercado paulista também. Nada menos do que 95% da produção do estado, equivalente a 66.101 toneladas, é de tilápia. O terceiro maior produtor nacional é Santa Catarina, com 32.930 toneladas (74% do total). Depois vêm Minas Gerais, com 27.579 toneladas (95% do total) e Bahia, com 22.220 toneladas (81% do total). Juntos, os cinco estados representam 64,9% da produção nacional.

O Paraná se mantém na liderança entre os estados produtores de peixes de cultivo, com 112.000 toneladas em 2017 e aumento de 19,3% em relação a 2016. A segunda posição permanece com Rondônia, agora com 77.000 toneladas (+2%), e a terceira continua com São Paulo, com produção de 69.500 toneladas (+6,3%).

Já quem lidera a produção de peixes nativos no país são: Rondônia, Amazonas, Mato Grosso, Goiás e Maranhão. Os cinco estados, juntos, representam 69% da produção total de peixes nativos. A pesquisa da Peixe BR não detalha, em percentual, as espécies nativas mais produzidas, porém, a liderança é do tambaqui, pirapitinga, pacu e seus híbridos, principalmente tambatinga.

Adaptado de CarneTec

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Importância da tilápia para o mercado de pescados nacional was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecedor conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!