indústria 4.0

Indústria 4.0 desafia o setor de alimentos e bebidas

Congresso do Wellfood Ingredients 2019 discute os principais desafios e soluções relacionadas a Indústria 4.0.

Considerada a quarta revolução industrial, a indústria 4.0 é a integração de tecnologias digitais e exponenciais com foco em elevar consideravelmente a produtividade da manufatura.

Nos segmentos da indústria de alimentos e bebidas o movimento não é diferente, a diversidade de recursos tecnológicos impulsiona a renovação dos modelos de negócios e manufatura.

No Congresso internacional do WellFood Ingredients, Summit Internacional de Ingredientes Funcionais, Nutracêuticos e Naturais, evento que acontece nos dias 3 e 4 de abril, no Centro de Exposições Pro Magno, em São Paulo, o consultor associado da IT Performance, Paulo Roberto Silva, irá explorar as principais implicações da Indústria 4.0 na produção de alimentos e bebidas.

Responsável pelo desenvolvimento de uma pesquisa que relata os impactos da tecnologia na produção de alimentos e bebidas, Silva adianta que um levantamento inicial baseado nos dados da Relação Anual de Informações Sociais do Ministério da Economia (RAIS) aponta que 50% dos empregos no Brasil serão afetados pela indústria 4.0.

Ainda assim, o parque industrial brasileiro está atrasado no que diz respeito à atualização da indústria global. “Esse movimento de Indústria 4.0 chega num momento em que as nossas grandes vantagens históricas, que eram de escala de matéria-prima e mão de obra barata, não fazem mais diferença”, afirma.

Durante a palestra, os participantes terão a oportunidade de ouvir sobre os riscos que o Brasil corre em relação à evolução da concorrência da manufatura latino-americana e mundial. Os mercados que forem mais rápido na adoção das tecnologias de indústria 4.0 terão vantagens competitivas consideráveis em relação aos seus concorrentes globais.

Entre outros exemplos, o palestrante também vai esclarecer como a indústria 4.0 faz com que a produção final se aproxime cada dez mais do consumidor e como isso impacta na estruturação das cadeias globais de valor. “O fato de estarmos geograficamente localizados no Hemisfério Sul e na costa do Atlântico cria um desafio adicional, uma vez que as cadeias de valor mais competitivas estão no Hemisfério Norte e no Oceano Pacífico”, afirma.

A apresentação também mostrará soluções desenvolvidas por startups brasileiras, já disponíveis no mercado, para gerar ganhos concretos na produtividade da indústria de alimentos e bebidas. “Existem ganhos de 50% de margem de contribuição na manufatura apenas com a conexão de máquinas a algoritmos de análise de dados via internet e seu monitoramento em tempo real”, acrescenta Silva.

O painel “Indústria 4.0 – O que é e como ela pode impactar a indústria de alimentos” acontecerá no dia 04 de abril, quinta-feira, das 16h20 às 17h10, na área de conferência do Wellfood Ingredients 2019.

A programação completa do Congresso está disponível no link http://www.wellfoodsummit.com.br/congresso/

O Foodnews tambpem destaca estudo da Embrapa que avalia o efeito das tecnologias digitais no aumento do poder do consumidor na decisão de compra. Clique aqui e confira!

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Indústria 4.0 desafia o setor de alimentos e bebidas was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!