preços dos alimentos

Preços dos alimentos tem maior queda nos últimos 40 anos!

O ano de 2017 entrou para a história como o ano em que os alimentos caíram de preço.

Foi a maior queda nos preços dos alimentos em quase 40 anos, desde que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) começou a ser apurado em 1980.

De janeiro a outubro, os preços dos alimentos usados para o preparo de refeições em casa caíram, em média, 4,57%, segundo a medida oficial da inflação.

O recorde se explica, em boa parte, pelo clima excepcional que levou o País a colher uma supersafra. Mas a crise também ajudou a derrubar a inflação da comida: com menos renda, o consumidor brecou aumentos.

Como a trajetória de queda deve persistir nos dados de novembro e dezembro, a previsão é de que o preço dos alimentos termine o ano com queda superior a 5%.

Até hoje, o único resultado anual negativo nesta categoria ocorreu em 2006, de – 0,13%, e beirou a estabilidade.

Muitos itens da alimentação básica do brasileiro caíram neste ano, de acordo com a LCA consultoria. Por falar nisso, o Foodnews destacou o comportamento de preços do arroz e do feijão ao longo de 2017. Clique aqui e saiba mais!

Aliás, especialmente o preço do feijão tem apresentado queda significativa ao longo de 2017, acumulando baixa próxima de 28,0% até outubro.

Mais da metade dos 153 subitens que compõem o grupo alimentação no domicílio no IPCA tiveram queda de preço nesse período. As carnes ficaram 4% mais baratas neste ano até outubro. É um resultado importante comparado às altas de 9% e 2% registradas nos mesmos meses de 2015 e 2016, respectivamente, destaca a consultoria.

Para 2018, a expectativa é de que a queda nos preços dos alimentos não se repita com a mesma intensidade e as cotações voltem a subir, mas sem uma disparada.

Adaptado do Estadão

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Preços dos alimentos tem maior queda nos últimos 40 anos! was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecedor conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!