preços dos alimentos

Como o dólar pode influenciar os preços dos alimentos?

O Foodnews destaca o recente comportamento de valorização do Real frente ao dólar, estimulado por perspectivas mais positivas da economia brasileira e que estimulam a entrada de recursos estrangeiros no país. Mas qual a relação do dólar e os preços dos alimentos?

Antes de destacarmos a relação do dólar e o preço dos alimentos, vamos apresentar a tendência de longo prazo do câmbio, ilustrado na Figura abaixo.

 

dólar e o agronegócio

Fonte: Dados do Banco Central do Brasil (adaptado por Foodnews)

 

Nos últimos 20 anos o câmbio apresentou muita volatilidade. Entre as mínimas e máximas, o dólar oscilou de R$1,0 no início desta série a R$4,o, como vimos recentemente, quando o cenário econômico e político por aqui estava mais turbulento.

O fato é que em 2017 o Real está mais valorizado em relação ao dólar. Com uma perspectiva de recuperação econômica e um momento político mais calmo, os investimentos estrangeiros aumentam e a oferta de moeda americana também, favorecendo a valorização da moeda nacional (veja Figura abaixo).

 

dólar e o agronegócio

Fonte: Dados do Banco Central do Brasil (adaptado por Foodnews)


No início de 2017 o dólar já esta a patamar bem abaixo do apurado no mesmo período de 2016 e próximo do observado em 2015.

E o qual a relação entre o dólar e os preços dos alimentos?

Com a valorização do Real frente ao dólar, os produtos produzidos no Brasil ficam mais caros em moeda americana, como podemos visualizar pela Figura abaixo.

 

Fonte: Dados do CEPEA/ESALQ e Banco Central do Brasil (adaptado por Farmnews)

Fonte: Dados do CEPEA/ESALQ e Banco Central do Brasil (adaptado por Foodnews)

 

O Real mais valorizado certamente diminui a competitividade dos produtos que exportamos, seja carne e grãos, principais commodities negociadas lá fora pelo Brasil. Essa é uma das relações entre o dólar e os preços dos alimentos!

Claro que o mercado de exportação sofre influência de inúmeros fatores, não somente da cotação do Real frente ao dólar. E por falar nisso, um dos assuntos em destaque atualmente refere-se ao possível crescimento de medidas protecionistas. Será que as principais economias do globo tem estado mais propensas à desglobalização?

Mas, à parte de possíveis medidas protecionistas de alguns países, os produtos brasileiros mais caros em moeda americana contribui para a perda de competitividade do país em termos de exportação. Isso favorece, em teoria, a queda nos preços dos alimentos no mercado interno, já que a demanda por produtos nacionais tende a diminuir.

Acompanhe no Foodnews, tanto o comportamento do dólar como dos preços dos alimentos. Fique conosco!

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Como o dólar pode influenciar os preços dos alimentos? was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!