vegetariano

O que deve saber antes de se tornar vegetariano?

Quero me tornar vegetariano e agora? Confira algumas dicas e informações sobre como iniciar o processo de transição.

Neste primeiro artigo que escrevo para o Foodnews gostaria de compartilhar diversos pontos sobre minha experiência durante a transição de uma dieta onívora para a dieta vegetariana. Eu acredito que estas informações serão úteis para você que deseja se tornar (ou acabou de se tornar) um vegetariano ou vegetariana.

Eu me tornei adepto do vegetarianismo há mais de 12 anos, e no início confesso que o acesso a informação não era tão abundante como atualmente. E devido a essa dificuldade de aprendizado, na época, minha transição da dieta onívora para vegetariana levou aproximadamente 14 meses. Sim, não foi de um dia para o outro e, sinceramente, confesso que para mim pelo menos foi o melhor caminho.

A opção de se tornar vegetariano ou vegetariana é algo muito pessoal, possui origem em diversas fontes diferentes: pode ser religião, conceitos pessoais de ética, experiência de situações negativas com o consumo de carne, etc.

Não irei tocar nesses assuntos aqui neste artigo, pois acredito que seja algo muito delicado, pode gerar polêmica desnecessária e acabamos fugindo do foco deste novo canal aqui no Foodnews.

No meu caso, na época em que decidi me tornar vegetariano, eu tinha contato com muito pouca gente envolvida nesse estilo de vida. Eu tinha muitas dúvidas e era muito difícil conseguir saná-las de forma rápida. Além disso, cheguei a presenciar algumas situações bem complicadas com relação a saúde das pessoas que se diziam vegetariana na época e simplesmente não fizeram um planejamento para efetuar a migração de forma mais consciente. Conhecidos meus estavam relatando diversos problemas de saúde, como diabetes, colesterol alto, alteração de pressão e muito mais. Isso porque, pesquisando mais a fundo e questionando o estilo de vida deles como vegetarianos, eles simplesmente decidiram parar de comer carne e, ao invés de obterem mais informações e se prepararem para a nova dieta, simplesmente começaram a consumir alimentos com alto teor de gordura, muito doce, massas, bebidas calórias, sem qualquer preocupação no equilíbrio de suas refeições. Tudo isso com certeza levou ao surgimento de doenças, fortalecimento do preconceito contra as dietas sem carne e todos os transtornos que o cuidado da saúde exige do indivíduo com tais diagnósticos.

Por isso o processo de transição que adotei totalizou aproximadamente 14 meses. A vontade de se tornar vegetariano era muito grande, e mesmo com os problemas apresentados pelos conhecidos acima mencionados, eu tinha certeza de que era o caminho mais correto para mim. A partir desse momento comecei a pesquisar muito sobre o vegetarianismo, levantando informações de forma gradativa, o que me permitiu adquirir experiência para poder equilibrar minha dieta. A primeira fase, se é que posso colocar dessa maneira, foi a de remover a carne vermelha por completo de minha alimentação. Antes da remoção completa, comecei a vasculhar o que existia de trabalhos científicos na época, entrei em contato com grupos do exterior que já iniciavam um trabalho de conscientização sobre o vegetarianismo e, após meses, efetuei a retirada da carne vermelha quando já estava ciente de como minha alimentação deveria ser para poder manter o equilíbrio, derrubar preconceitos e ter saúde plena. Esse mesmo processo eu repeti em mais duas fases, com a remoção da carne branca de minha dieta e por fim alguns derivados de origem animal.

Esse aprendizado de 14 meses foi muito valioso. Com ele foi possível me tornar um vegetariano sem correr riscos à minha saúde. Além disso, consegui criar uma rotina de pesquisa que vai me permitir cada vez mais trazer artigos valiosos aqui para o canal Vegetariano do Foodnews, sempre que possível com embasamento prático e científico. Além disso, muitos dos preconceitos que temos contra as dietas sem carne serão tratados aqui com respeito, como por exemplo, deficiências de vitaminas (se alguma!! :-)), ganho de massa muscular, manutenção do metabolismo, etc., terão artigos específicos apresentando dados de estudos e resultados.

Um dos focos que o Foodnews possui neste canal é também o de conscientizar a todos sobre o vegetarianismo, mesmo que não sejam adeptos. Durante todo o período que pratico o vegetarianismo passei por diversas situações um tanto quanto engraçadas, que revelavam a falta de informação das pessoas, bem como a falta de uma fonte imparcial, respeitosa e que possa tratar as escolhas de todos de maneira bem bacana e educada. Isso é importante para que você possa saber lidar com eventos sociais sem ter algum tipo de problema ou desentendimentos. Por exemplo, perdi a conta das vezes em que fui a um restaurante e, com dificuldades para achar um prato vegetariano, eu chamava o garçom e dizia “Amigo, poderia me ajudar? Eu sou vegetariano, e não encontro nenhum prato que eu possa comer.”. Os garçons, espantados, me respondia “Nossa, sinto muito, você toma remédio para isso?”. Ou então “olha, pratos sem carne temos apenas estes com presunto ou com salsicha.”. Após muita risada e explicações, conseguia um ou outro prato que eu pudesse comer, mas essas situações me mostraram que existe não somente a falta de conhecimento sobre o vegetarianismo, além do desconhecimento sobre o que são feitos muitos alimentos. Isso melhorou muito atualmente, mas mesmo assim essas situações não deixam de existir.

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

O que deve saber antes de se tornar vegetariano? was last modified: by

Vegetariano desde 2006, estou me especializando em alimentação vegetariana / vegana através de estudos e busca do melhor conteúdo informativo para auxiliar a todos que desejam se tornar vegetariano, ou então que já são vegetarianos mas desejam aprimorar conhecimento e migrar gradativamente até o veganismo. E para os veganos, meu maior foco é o de trazer também conteúdo de alto valor para agregar conhecimento.