cafés diferenciados

Saiba mais da importância dos cafés diferenciados do Brasil

Saiba mais da importância dos cafés diferenciados para o mercado de exportação de café do Brasil.

No período de janeiro a setembro de 2017, o Brasil exportou 21,87 milhões de sacas de 60kg ao preço médio de US$170,66, que geraram US$3,7 bilhões de receita.

Desse total, foram exportadas 3,39 milhões de sacas de cafés diferenciados, que representaram 15,5% do volume total.

Os cafés diferenciados – que têm qualidade superior ou algum tipo de certificado de práticas sustentáveis e incluem os cafés especiais – geraram US$682 milhões de receita cambial e tiveram preço médio de US$200,94 por saca, o qual foi 24,4% superior ao preço médio dos cafés naturais/médios que foi de US$161,57.

Os cafés diferenciados foram negociados ao preço médio 24,4% superior aos cafés comuns!

O preço médio geral das exportações de café nesse período (US$170,66) teve aumento de 12,6% com relação ao mesmo período de 2016, que foi de US$151,53.

Especificamente com relação ao mês de setembro de 2017, foram exportadas 2,3 milhões de sacas de 60kg, o que representa um recuo de 25,1% em comparação a setembro do ano passado, que foram de 3,06 milhões de sacas. A receita de setembro deste ano foi de US$381,4 milhões com preço médio de US$165,89 por saca.

Nesse mesmo período, o Brasil exportou café para 117 países, e que os Estados Unidos continuaram sendo o país que mais importou cafés do Brasil, com 4,32 milhões de sacas de 60kg, representando 19,7% do total.

A Alemanha, em segundo lugar, com 3,8 milhões (17,4%). Em terceiro, no ranking de importação de café, foi a Itália, com 2,02 milhões (9,2%); em quarto, o Japão – com 1,55 milhões sacas (7,1%); e, em quinto, a Bélgica – 1,25 milhões sacas (5,8% das exportações).

Vale destacar ainda que nesse período, se comparado com o ano passado, em termos percentuais, houve crescimento de 30,2% das importações de café brasileiro pela Turquia e de 7,7% pela Rússia.

E você sabia que o café que importamos é 77 vezes mais caros que o café que exportamos? Pois é, clique aqui e saiba mais!

E vale lembrar também que o Foodnews já destacou algumas tendências do consumo do café no Brasil e no mundo!

Nesse contexto é importante destacar que duas tendências marcam os hábitos recentes no consumo da bebida pelo mundo: o apreço por cafés de alta qualidade e as chamadas monodoses (cápsulas). Clique aqui e saiba mais!

Adaptado da Embrapa

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Saiba mais da importância dos cafés diferenciados do Brasil was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!