canudos

Canudos de plásticos serão banidos da UE até 2021

Em outubro de 2018, o Parlamento europeu aprovou uma lei para banir até 2021 diversos itens feitos de plástico, como cotonetes, talheres e canudos.

De acordo com a lei, esses produtos contam com alternativas biodegradáveis que podem ser utilizadas sem riscos de danos ao meio ambiente. A norma determina, ainda, que outros artigos que não possam ser substituídos, como potes de sorvete e embalagens de sanduíches, tenham uma meta de redução de uso de 25%.

A medida da UE vem ao encontro do que a ANR defende para o Brasil: prazo para que a indústria possa se adaptar às mudanças para acabar com o uso dos canudos plásticos (clique aqui).

A entidade, em conjunto com seus associados, tem monitorado diversos projetos sobre o tema no país. No Rio de Janeiro, primeira capital brasileira a abolir o uso dos canudos, a norma foi sancionada em julho. Desde então, outros municípios têm apresentado projetos similares.

Recentemente, a associação levou sua posição aos vereadores da Câmara Municipal de Sorocaba, em São Paulo, onde conquistou a prorrogação de prazo para aplicação da norma na cidade. A Câmara aprovou o PL de autoria do vereador Fernando Dini (MDB,) que proíbe a utilização de canudos de plástico com três emendas. Uma delas estipula o prazo de agosto de 2019 para que os comerciantes se adaptem à Lei e para que ela passe a ter efeito. Outra amplia o escopo dos materiais que poderiam substituir os tradicionais canudos plásticos. Duas demandas pleiteadas pela associação.

Em São Paulo, representantes da entidade estiveram reunidos na Câmara Municipal para contribuir na discussão da pauta. Como resultado, deve ser aberta uma audiência pública em novembro para definir abrangências e prazos de uma possível lei na capital paulista. Uma das possibilidades, defendida pela ANR, é a ampliação do escopo dos materiais que poderiam substituir os tradicionais canudos plásticos por outros materiais biodegradáveis.

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Canudos de plásticos serão banidos da UE até 2021 was last modified: by

A Associação Nacional de Restaurantes (ANR) reúne e representa empresários de todo porte do setor de food service em suas relações com os poderes públicos, entidades de trabalhadores e junto à sociedade em geral. A ANR tem hoje cerca de 500 associados que reúnem mais de 6.000 pontos comerciais no Brasil, entre restaurantes independentes e grandes redes de alimentação.