cogumelos

Saiba mais do poder terapêutico dos cogumelos!

Saiba mais do poder terapêutico dos cogumelos!

As propriedades terapêuticas dos cogumelos eram conhecidas desde a antiguidade pelos egípcios e chineses, que acreditavam que a planta – sem raiz, nem clorofila –, “afinava o sangue”, reduzia infecções e era afrodisíaco.

Pesquisas realizadas nas últimas décadas dão conta que pelo menos 30 variedades de cogumelos possuem propriedades medicinais.

Há séculos usados na alimentação, por diferentes culturas, os cogumelos apresentam elevado teor proteico e baixo teor de gordura, além de grande quantidade de carboidrato, fibras e vitaminas, como tiamina, riboflavina, ácido ascórbico, além de vitamina D2 (calciferol) e minerais.

Pesquisadores da Unicamp estudaram o valor nutricional de dezessete espécies de cogumelos ao longo de dois anos. O fungo, desprovido de raiz e de clorofila, tem importante ação antioxidante, que previne o envelhecimento das células.

Cada tipo de cogumelo apresenta determinada composição nutricional, que também varia conforme o método de cultivo. No geral, têm a vantagem de serem pouco calóricos: em 100 gramas de shitaki ou shimeji, por exemplo, há apenas 35 calorias.

Ricos em nutrientes, os cogumelos fortalecem o sistema imunológico, estimulando as células conhecidas como “natural killers”, que combatem infecções por vírus e células tumorais.

Suas fibras solúveis ajudam na digestão e atuam na remoção de resíduos e toxinas intestinais.

Considerado alimento funcional, o cogumelo ajuda a prevenir e reduzir o risco de doenças como câncer, cardiovasculares, infecções e doenças autoimunes como a artrite reumatoide e o lúpus, pois atua no sistema imunológico.

São também usados para o desenvolvimento de medicamentos para a prevenção de câncer, diabetes, hiperlipidemias, arteriosclerose e hepatite crônica. Cem gramas de cogumelo têm mais folato (ácido fólico) do que recomenda a OMS para um dia.

O ácido fólico atua na formação de produtos intermediários do metabolismo, que, por sua vez, estão envolvidos na formação celular e atuam na formação e maturação das hemácias e leucócitos. Para melhor aproveitamento das suas propriedades, recomenda-se o consumo do cogumelo cru ou minimamente processado.

Além de rico em sais minerais, vitaminas, carboidrato e gordura insaturada, o cogumelo contém 21 aminoácidos essenciais para o corpo, e apresenta um número de proteínas duas vezes maior do que o encontrado na carne bovina.

Os tipos de cogumelos comestíveis mais disponíveis no mercado são o shiitake e o shimeji, popularizados pela culinária japonesa, principalmente; o agaricus blazei, o funghi secchi e o champignon.

Saiba também que o MAPA retirou do mercado 800 mil litros de azeite de oliva impróprios para o consumo, com indícios de fraude. A fraude em azeites envolvem 64 marcas e 84 empresas brasileiras. Clique aqui!

Adaptado de Revista A Lavoura

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Saiba mais do poder terapêutico dos cogumelos! was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecedor conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!