comércio de hortifrútis

Comércio de hortifrútis pode fugir do tradicional

Quem disse que o comércio de hortifrútis não pode fugir do tradicional?

A rede de supermercados alemã Aldi provou que o comércio de hortifrútis pode fugir do tradicional sim. Com uma pitada de criatividade, é possível aliar o consumo de frutas a uma paixão nacional.

Em comemoração ao início de um dos torneios de tênis mais antigos do mundo e de maior prestígio no Reino Unido, o Wimbledon, o supermercado lançou um produto exclusivo para as lojas locais.

Se trata de um tubo recheado com quatro maçãs-verdes e frescas, que simbolizam bolas de tênis. O produto é uma edição limitada e começou a ser comercializado no fim de junho, dias antes da estreia do torneio – e será vendido até quando durarem os estoques.

Em 2016, uma empresa da Espanha, a Frui&tube, também se destacou no mercado hortifrutícola por sua criatividade, ao criar embalagens semelhantes, em formas de “tubo”, para comercializar frutas e hortaliças – como uma iniciativa de incentivar hábitos saudáveis e, consequentemente, o consumo de hortifrútis. Confira aqui.

O Foodnews destacou também as tendências do comércio de hortifrútis e como o mercado de alimentos prontos tem crescido nos últimos anos.

Na Europa, as vendas de frutas e hortaliças em porções prontas para consumo tem crescido e deve seguir aumentando pelo menos até 2020, segundo relatório divulgado pela Nomisma, companhia italiana de estudos econômicos.

É a tendência da conveniência no consumo de frutas e hortaliças (clique aqui e saiba mais).

Aliás,  se você acha difícil seu filho escolher, por vontade própria, consumir frutas e hortaliças, repense no assunto!

No Brasil também tem sido usado métodos não convencionais no comércio de hortifrútis.

Estão disponíveis para os consumidores infantis, por exemplo, maçãs, tomates, melancia, cenouras, entre outras frutas e hortaliças com os personagens infantis bastante conhecidos (clique aqui).

Adaptado de Cepea/Hortifruti

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Comércio de hortifrútis pode fugir do tradicional was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecedor conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!