dietas

Programa discute urgência em melhorar as dietas da população

Representantes das comunidades científicas e tomadores de decisão do Brasil se reuniram em evento promovido pela Embrapa e o Global Panel on Agriculture and Food Systems for Nutrition.

O objetivo do evento (maio de 2017) foi discutir a falta de dietas de qualidade em muitas partes do mundo e no Brasil, particularmente, e seu impacto na saúde da população.

Nas últimas duas décadas, o Brasil conseguiu reduzir significativamente a fome e a pobreza. Para se ter uma ideia, entre 1989 e 2007, os casos de crianças com atraso no crescimento foram reduzidos de 19% para 7%.

No entanto, hoje se tem o entendimento de que o foco da pesquisa em alimentos deve abranger, além do aumento da produtividade, a oferta de maior qualidade nutricional nas dietas. Vinte por cento das mulheres brasileiras em idade reprodutiva têm anemia e a insegurança alimentar e nutricional continuam sendo um problema em comunidades específicas.

Em 1975, o Brasil detinha a nona maior população de homens abaixo do peso. Já em 2014 ficou em terceiro lugar no ranking global no que se refere a homens obesos.

Clique aqui para acessar dados do perfil de saúde e hábitos alimentares do consumidor nacional.

Vale lembrar que doenças cardíacas, câncer e diabetes são responsáveis por mais da metade das mortes no Brasil. O consumo de alimentos ultraprocessados, que contêm alta densidade energética, mas baixa densidade nutricional, especialmente por comunidades de baixa renda, tem sido identificado como fator-chave para essa condição.

Atualmente, o Brasil, assim como muitos outros países, está experimentando o duplo problema de má-nutrição, quando o sobrepeso e a obesidade passam a exigir atenção dos governantes e da pesquisa tanto quanto as deficiências nutricionais.

Albaneide Peixinho, vice-presidente do Conselho Federal de Nutricionistas do Brasil, enfatiza que o Brasil avançou muito do ponto de vista do combate à desnutrição nos últimos anos. Mas alerta que esse quadro pode retroagir diante de um cenário de agravamento da crise econômica.

Também agravam a situação o aumento do desemprego e a queda da renda das famílias, que terão como consequência a redução da qualidade dos alimentos consumidos.

O Brasil já mostrou ao mundo o que pode ser alcançado com excelência na pesquisa e a manutenção do comprometimento político para reduzir a fome. Mas agora se sabe que os sistemas alimentares precisam ser reposicionados, saindo da perspectiva de alimentar as pessoas para nutri-las. Assim, a agricultura precisa mudar seu foco para dietas de qualidade ao lado da produtividade.

Acesse o rank dos alimentos mais consumidos no Brasil e no mundo (clique aqui)!

Adaptado de Juliana Miura, da Embrapa

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Programa discute urgência em melhorar as dietas da população was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!