intolerância a lactose

Intolerância a lactose. Entenda o que é e como lidar com o problema!

Alguns leitores do Foodnews nos pediram para falar de intolerância a lactose, já que descobriram o problema recentemente. Entenda melhor o que é e como lidar com essa intolerância.

A intolerância a lactose é a doença comum, provocada pela incapacidade de digerir lactose, um açúcar encontrado no leite e nos laticínios. A falta da lactase, enzima que digere a lactose, leva ao aparecimento de sintomas gastrointestinais sempre que um produto à base de leite é consumido.

A intolerância à lactose não costuma ser uma doença grave, mas os seus sintomas podem ser bastante incômodos.

A dieta ocidental habitual de um adulto contém cerca de 300 gramas de açúcares (carboidratos). Destes, cerca de 52% são amido (presente em cereais, arroz e batatas), 37% são sacarose (presente no açúcar comum), 5% são lactose (presente no leite e seus derivados) e 3% são frutose (presentes nas frutas e no mel).

A intolerância ao leite e aos produtos lácteos ocorre nos indivíduos que possuem níveis insuficientes da enzima lactase, responsável por digerir a lactose, o tipo de açúcar presente no leite.

É importante lembrar que intolerância a lactose não é a mesma coisa que alergia ao leite.

A intolerância a lactose ocorre por uma falha enzimática e nada tem a ver os processos alérgicos de quem tem alergia a alimentos.

A lactase é uma dessas enzimas, sendo produzida no intestino delgado. Sua ação consiste especificamente em quebrar a lactose em glicose e galactose, permitindo que os intestinos consigam absorver os açúcares presentes no leite.

Quando os níveis de lactase são insuficientes, a lactose não é digerida no intestino delgado e chega em grande quantidade ao cólon, porção do intestino rica em bactérias. Várias bactérias do nosso intestino grosso são capazes de fermentar a lactose, um processo que resulta na produção de gases e ácidos.

Os sinais e sintomas da intolerância a lactose geralmente começam entre 30 minutos a 2 horas depois de comer ou beber alimentos que contenham lactose.

Os sintomas mais comuns incluem diarreia, cólicas abdominais, gases e abdômen distendido.

Em geral, não é preciso nenhum tratamento medicamentoso para a intolerância a lactose. A redução do consumo de laticínios costuma ser suficiente na maioria dos casos. Alguns pacientes toleram queijos e margarinas e precisam suspender apenas o leite propriamente dito.

Para os casos mais graves, já existem no mercado leite e outros produtos lácteos sem lactose, sendo está uma boa solução para que o paciente não deixe de consumir laticínios.

O artigo foi publicado por Dr. Pedro Pinheiro, na revista MD Saúde.

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Intolerância a lactose. Entenda o que é e como lidar com o problema! was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!