tarifa de coleta de lixo

Bares e Restaurantes de Rio do Sul com tarifa de coleta de lixo diferenciada

O Foodnews destaca para o caso da cobrança de tarifa de coleta de lixo diferenciada para bares e restaurantes.

E isso acontece para os bares e restaurantes de Rio do Sul, em Santa Catarina, que terão em 2018 uma nova taxa, a tarifa de coleta de lixo.

O fato é que os proprietários de bares e restaurantes de Rio do Sul, em Santa Catarina, vão ter que começar a se planejar para cumprir uma nova lei do código tributário.

Isso porque a partir do dia 22 de janeiro de 2018, os estabelecimentos que geram mais de 100 litros de resíduos por coleta terão que buscar empresas especializadas para o recolhimento e destinação do material.

Segundo Alexandre Pereira, secretário de Administração e Fazenda do município, a medida repara uma desigualdade histórica na cidade. “Residências pagam o mesmo valor que um supermercado, um restaurante ou um bar e lanchonete. E isso é considerado fora do que prevê o código tributário. Caso o estabelecimento não atinja os 100 litros, a coleta permanece normal, assim como o preço cobrado no IPTU”, explica.

E o caso da tarifa de coleta de lixo em Santa Catarina não é um caso isolado. O Foodnews destacou em 2016 sobre a lei municipal de Goiânia. A lei deixa grandes estabelecimentos comerciais sem coleta de lixo gratuita, como restaurantes, supermercados, shoppings, condomínios não residenciais, etc.

A prefeitura de Goiânia anunciou, na ocasião, que os estabelecimentos deverão dar o devido destino ao seu lixo. Isso mesmo, os serviços de coleta de lixo gratuita da prefeitura não serão disponibilizados aos restaurantes.

A lei municipal aprovada em novembro de 2014, estabelece que os grandes geradores deverão se responsabilizar com a coleta, transporte e destinação final de seus resíduos. Clique aqui e saiba mais!

E mudando um pouco de assunto, veja o caso dos bares e restaurantes de Vila Velha, no Espírito Santo, que praticam a reciclagem de óleo de cozinha há anos.

Os estabelecimentos de Vila Velha – ES vem cumprido a lei municipal 5252 de 2012 que determina a bares, restaurantes e lanchonetes do município a correta destinação do óleo utilizado na cozinha.

Por conta dessa lei, cerca de 1,2 milhões de litros de óleo de cozinha utilizado foram corretamente destinado. Isso nos últimos 4 anos, o que envolve um volume mensal de aproximadamente 30 mil litros. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Bares e Restaurantes de Rio do Sul com tarifa de coleta de lixo diferenciada was last modified: by

A Associação Nacional de Restaurantes (ANR) reúne e representa empresários de todo porte do setor de food service em suas relações com os poderes públicos, entidades de trabalhadores e junto à sociedade em geral. A ANR tem hoje cerca de 500 associados que reúnem mais de 6.000 pontos comerciais no Brasil, entre restaurantes independentes e grandes redes de alimentação.