tarifas chinesas

Impacto das tarifas chinesas aos produtos alimentícios dos EUA

A disputa comercial entre China e Estados Unidos tem ganhado cada vez mais importância, com as tarifas chinesas chegando aos produtos alimentícios.

A China está implementando tarifa de 15% em uma série de produtos dos EUA. Isso é em resposta aos Estados Unidos que buscam impor uma tarifa de 25% sobre os produtos de aço e alumínio, oriundos principalmente da China.

A lista que incide as tarifas chinesas é de 128 produtos e inclui inúmeros alimentos frescos.

Enquanto os metais são o foco das tarifas dos EUA, a lista chinesa vai prejudicar particularmente a indústria agrícola dos EUA. Dos 128 itens destinados a uma tarifa de 15%, cerca de 80 deles incluem diferentes frutas frescas e secas, bem como nozes. Produtores de frutas de todo o país serão impactados. Os cortes nas exportações devem resultar no excesso de oferta no mercado doméstico ou terá que encontrar outro país comprador. Isso levaria, sem dúvida, a uma queda nos preços dessas commodities.

As exportações americanas de frutas, sucos congelados e castanhas para a China somaram US$669 milhões no ano passado, e foi o principal fornecedor de maçãs, cerejas, nozes e amêndoas.

O mercado de citrus também será bastante impactado. A China tem sido um mercado crescente para a indústria cítrica da Califórnia, de US$3,3 bilhões, e agora é o terceiro maior mercado de exportação, atrás apenas do Canadá e da Coréia do Sul.

Outro produto no centro das atenções são as amêndoas. A indústria de amêndoas da Califórnia vale cerca de US$5,0 bilhões. Embora desfrute de uma forte demanda doméstica, os produtores de amêndoa investem muito no mercado de exportação para garantir bons retornos, com dois terços das amêndoas produzidas na Califórnia indo para o mercado de exportação. A China é um comprador importante de amêndoas da Califórnia, importando 100.000 toneladas durante o período de 2016/2017, de acordo com o USDA.

E cabe ressaltar que a imposição de tarifas chinesas ao produtos americanos pode favorecer a exportação brasileira de frutas. Aliás, o Foodnews já havia mencionado que as frutas brasileiras estavam cada vez mais perto do país asiático (clique aqui).

Adaptado de Fresh Plaza

Siga o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Impacto das tarifas chinesas aos produtos alimentícios dos EUA was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecedor conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!