tecnologias no food service

Tecnologias no food service americano: o que aprender?

O Foodnews apresenta as discussões relacionadas as tecnologias no food service americano e o que podemos aprender e aplicar no mercado brasileiro. Confira!

Mudanças, uso e tendências das tecnologias no food service é tema de Ciclo de Debates na ANR. E o que foi discutido? 

A ANR – Associação Nacional de Restaurantes – promoveu o evento que contou com a presença de Luiz Bento, diretor de Vendas e Gerenciamento de Contas da NCR Hospitality. Com o tema “Tecnologias no food service norte-americano”, o palestrante apresentou aos associados um panorama dos avanços que ocorreram nos estabelecimentos de alimentação dos Estados Unidos.

“Há pouco tempo a mão de obra no Brasil era muito barata e a tecnologia, cara. Optava-se por ter mais pessoas do que tecnologia para a realização dos serviços. Essa é uma das principais razões pela qual o Brasil não é tão evoluído no setor quanto os Estados Unidos”, explica Bento.

Porém, esse cenário está mudando, com um momento de maior convergência de tecnologias no food service.

“Cada vez o mundo está mais digital. O cliente vai demandar essa atualização, pois ele deve começar a interagir diretamente com o restaurante por meio de seu próprio dispositivo”, completa o especialista.

De acordo com Bento, os smartphones estão revolucionando a maneira com que as pessoas se relacionam. Para explicar esse novo momento, o palestrante dividiu sua apresentação em três principais temas: mobilidade, transformação dos meios de pagamento e interação com os clientes.

“Muitas pessoas têm o desejo de utilizar a tecnologia, mas precisam de ajuda para saber como isso impactaria o próprio negócio, não focando somente na receita e sim na própria preparação para receber essa nova realidade”, diz.

Bento avalia positivamente a iniciativa da ANR em trazer à tona este tópico aos associados. “Toda vez em que podemos falar diretamente com quem opera o negócio conseguimos ter uma troca de visões que contribui para o entendimento de como as ações podem ser colocadas em prática”.

Robson Florêncio, gestor de TI do Giraffas, acredita que a escolha do tema, em meio aos desafios de vendas e atualizações tecnológicas, foi muito interessante. “O encontro foi ótimo para saber quais são as tendências de fora do país e entender como podemos implantar essas novidades em nosso mercado”, conta.

O diretor de Digital Experience LATAM do McDonald’s, Luiz Marcelo da Costa Correia, considerou o conteúdo apresentado bastante relevante para o setor. “Os clientes estão cada vez mais ligados ao digital. Por isso, precisamos entender como utilizar todo esse ecossistema e prover soluções buscando uma melhor eficiência no negócio”, explica.

Siga-nos pelo www.facebook.com/foodlogics e fique ligado nas notícias de mercado, gestão e as novidades do setor de alimentação fora do lar.

Tecnologias no food service americano: o que aprender? was last modified: by

Especialista em produção animal e interessado em fornecer conteúdo de qualidade para o setor de alimentação fora do lar!