energia solar nos restaurantes

Energia solar nos restaurantes, uma realidade cada vez mais comum!

O Foodnews Sustentabilidade destaca o uso crescente da energia solar nos restaurantes!

As fontes alternativas de energia têm se tornado cada vez mais comuns ao redor do mundo, a diversificação dos meios de obtenção de energia torna seu acesso mais seguro e mais barato. No Brasil, onde a energia elétrica está entre uma das mais caras do mundo, a energia solar, por exemplo, tem gerado economia para quem a adota.

E o setor de alimentação fora do lar está cada vez mais atento ao assunto e a energia solar nos restaurantes tem ganhado importância no País!

No ramo da gastronomia, segundo a Abrasel, um bom exemplo vem do bar Köbes localizado em Belo Horizonte. O estabelecimento vem utilizando energia solar e com esta implementação, desde novembro de 2017, economiza cerca de 10% na sua conta de energia. Para instalação das placas, que são alugadas, não foram necessárias reformas no bar e, em menos de dois meses, o serviço já estava em funcionamento.

No caso do Köbes, a contratada foi a Origo Energia, a empresa constrói uma espécie de fazenda solar e em seguida divide essa fazenda em lotes de placas solares e os disponibiliza para locação por clientes comerciais do estado, atendidos pela Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig. Os técnicos da empresa avaliam as demandas de consumo de energia do cliente e então, determinam o valor fixo mensal a ser pago pelo cliente por cada lote locado. Se em algum mês o lote de placas de captação solar gerar mais energia do que o necessário, essa energia se torna um crédito energético, que pode ser utilizado em até 60 meses.  A redução no custo da energia anima os empresários. Pelo consumo convencional, a tarifa pode variar de 72 a 85 centavos, já com as fazendas solares, a tarifa pode chegar a 63 centavos.

O Brasil possui a segunda maior insolação mundial, só perdendo para a Austrália, no entanto, segundo o Atlas Brasileiro de energia solar, esta fonte não chega a atender 1% da demanda energética do país. Há uma enorme oportunidade de desenvolvimento e neste sentido, avanços estão sendo feitos, por exemplo, diversos estados já oferecem isenção de ICMS sobre geração de eletricidade do mini e microgerador e a possibilidade de trocar energia com a distribuidora para conseguir descontos na conta de luz.

Vale lembrar que, além dos benefícios financeiros, a transição energética para fontes alternativas traz benefícios ambientais extremamente importantes, diminuindo a queima de combustíveis fósseis, melhorando a qualidade do ar e evitando a inundação de grandes áreas para a geração de energia hidrelétrica. É uma excelente oportunidade de reduzir custos, minimizar impactos ambientais e ainda, agregar valor ao negócio!

O Foodnews Sustentabilidade tem destacado questões relevantes relacionadas a alimentação e o meio ambiente. Além da energia solar nos restaurantes, o uso da água (clique aqui) e o desperdício (clique aqui) também tem sido debatidos por aqui. Fique atento!

Adaptado da Abrasel

Siga  o Foodnews, o canal de notícias da gastronomia!

Energia solar nos restaurantes, uma realidade cada vez mais comum! was last modified: by

Especialista ambiental. Há quase 10 anos trabalha para reduzir os impactos socioambientais gerados pelas atividades humanas.